20 de abr de 2009

Você se foi

você se foi
nem me preparou
foi para o Rio
no mar ficou
mas deixa estar
hás de voltar
então verás
o que deixastes pra traz
meu amor, minhas canções
meu jazz

você partiu
nem me acordou
estava frio
nem me beijou
foi tão ruim
pobre de mim
fiquei assim
como quem quer se matar
dia após dia
foi só chorar

quando alguém abandona outro alguém
devia ao menos dizer, vou de trem
adeus meu bem e passe bem

mas não faz mal
isso é sempre igual
sempre banal
é sempre sal
uma paixão
a solidão
uma ilusão
no coração do trouxa
nasce sempre uma flor
bem roxa

também não vou
sofrer demais
mais que o normal
não vou, não vou
se quer saber
se for voltar
não estarei
a te esperar nunca mais
minha razão quer pensar
em paz

(Ná Ozzetti/Itamar Assumpção)

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin