5 de abr de 2009

Como o mar

Feito o mar é tudo na vida.
As coisas são. O mar já é e sempre foi.
A vida.
Assim, como as ondas,
as correntezas,
o conforto do calor
e o tremor glacial da água
mais profunda.
Eu quero que ele
leve tudo e não devolva
jamais o que não serve.
Um onda radiante
que penetre cada fresta das coisas
e cada poro de mim.
E arraste
o inválido,
o incerto,
o assinaladamente defrenestável
pro escuro mais abissal.

(a.l.k)

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin