17 de ago de 2010

Xanduzinha

O cabôco Marcolino
Tinha oito boi Zebu!
Uma casa com varanda
Dando pro Norte e pro Su!
Seu paiol tava cheinho
De feijão e de Andu,
Sem contar com mais uns cobre
Lá no fundo do baú...
Marcolino dava tudo
Por um cheiro de Xandu!
Ai Xanduzinha!
Xanduzinha, minha flor!
Como foi que você deixou
Tanta riqueza pelo meu amor?
Ai, Xanduzinha!
Xanduzinha meu xodó!
Eu sou pobre, mas você sabe,
Que o meu amor
Vale mais que ouro em pó!

(Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira)



Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin