6 de ago de 2010

Pranto livre

Chora, desabafa seu peito,
Chora, você tem o direito.
Se tratando de amor,
qualquer um pode chorar.
Não se envergonhedo pranto,
que é privilégio de quem sabe amar.
Quem não teve amor nunca sofreu,
E desconhece o que é agonia.
Abra o peito
e deixe o pranto livre como eu.
Ah, desabafe a melancolia.

(Dida / Everaldo da Viola)


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin