5 de mai de 2009

Estopim

nada é tão fácil no início
nem no percurso nem no fim
nada é tão natural
nada é tão trivial
nem uma flor
nem todo jardim

amor que é simples se complica
e todo amor vai ficando assim
um faz algum sinal
o outro já interpreta mal
e o que era banal
vira um estopim

sim
detonou
foi um caos
nosso amor
ia bem
não tão bem
mas enfim
bem normal
complicou quando eu comentei
que era tão triste o seu olhar
"meu olhar, como assim?
a tristeza vem de você pra mim
a tristeza de um olhar
vem do outro olhar
vem de tanto olhar"
como assim?
"pelo olhar
pode haver um motim"
não entendi
mas senti
que era o fim

(Dante Ozzetti/Luiz Tatit)

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin