13 de abr de 2012

Dani Black




















Jovem músico paulista, nasceu em 1987.

Dani Black tem as qualidades que diferenciam os grandes artistas: uma voz marcante, personalidade e carisma no palco, toca com a intimidade do instrumentista que domina bem as possibilidades de sua guitarra e violão.

No 1º instante aqueles que não o conhecem, acabam descobrindo, um compositor que inova, que busca uma poética diferente e instigante e que desenvolveu seu jeito de tocar e ritmar com luz própria. Ele usufrui como poucos de uma perspectiva musical que oscila do sofisticado ao popular. E para os que já o ouviram, tudo soa com a emoção da 1ª vez, mas acompanhado da gostosura de poder cantar junto e balançar o corpo.

Como compositor já foi gravado por diversas cantoras da nova geração, Seu mais recente convite partiu de Maria Gadú, que além de gravar suas inéditas “Aurora” e “Só Sorriso”, convidou-o para participar de seu 1º DVD interpretando essas canções em belíssimos duetos. Agora no novo álbum de Maria Gadú, Dani contribui com mais duas composições: “Axé Acappella” e “Linha Tênue”.

Está lançando o seu primeiro disco pela Som Livre. Um CD forte como é a música de Dani Black e que tem tudo para confirmar o que a mídia especializada e vários artistas (Chico César, Djavan, Lenine, Zélia Duncan, Ney Matogrosso, Maria Gadú e Moska) estão dizendo: Dani Black veio para ficar.

Um CD feito com muita competência e cumplicidade. A produção e arranjos do disco são assinadas pelo grande Marcelo Mariano, por Luis Paulo Serafim e pelo maestro Paulo Calasans. O material gráfico foi feito pelo artista plástico Flávio Rossi e a foto da capa é do renomado fotógrafo Tripolli.

Para Dani Black, não foi difícil perceber que a música era parte fundamental de sua vida. Afinal, é filho de Tetê Espíndola e Arnaldo Black.
“O CD foi feito de forma orgânica, todos que participaram já conheciam as faixas. Além disso, é um disco baseado na minha voz e no meu violão e os músicos abraçam as canções”, explica.
O repertório traz 12 composições de Dani e uma versão para “Comer na Mão”, de Chico César.
“As letras falam sobre amor, relações humanas. São otimistas.” – Dani Black.

http://www.daniblack.com.br

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin