15 de ago de 2009

Meu barracão

Faz hoje quase um ano que eu não vou visitar
Meu barracão lá da Penha que me faz sofrer
E até mesmo chorar
Por lembrar a alegria com que eu sentia
O forte laço de amor que nos unia.

Não há quem tenha mais saudades lá da Penha
Do que eu - juro que não!
Não há quem possa me fazer perder a bossa
Só a saudade do barracão

Mas veio lá da Penha hoje, uma pessoa
Que me trouxe uma notícia do meu barracão
Que não foi nada boa
Já cansado de esperar, saiu do lugar
Eu desconfio que ele foi me procurar...

(Noel Rosa)

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin