1 de jul de 2013

das intermitências

por que não cessa?
até se talvez bom fosse
haveria de cessar enfim
mas pendularmente se mantém
em mim, de mim
ácido dorido e flamejante
mas que queima mesmo
por ser glacial
rocha gélida
que nunca esquenta embora
brilhe como e ao sol
mas não se esvai
perdura a fim de marcar 
eternamente a dor.
e o fim?

ALK

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin